Artes Marciais



Jiu-Jitsu

 

O Jiu-Jitsu é uma arte marcial japonesa, de origem secular, que se utiliza essencialmente de golpes de alavancas, torções e pressões para levar um oponente ao chão e dominá-lo. Literalmente, em japonês signfica “suavidade”, “brandura”, e jutsu, “arte”, “técnica”. Daí seu sinônimo literal, “arte suave”.

Não se sabe ao certo onde e quando o Jiu-Jitsu surgiu, mas acredita-se que tenham se originado a partir de diversos povos diferentes que viviam em regiões que abrangem desde a Índia até a China, provavelmente entre os séculos III e VIII.

No Brasil, o jiu-jitsu chegou em 1917 através de Mitsuyo Maeda. O mestre ensinou os conceitos da luta para Carlos Gracie, membro da família de lutadores que difundiu o esporte por todos os cantos do país, desenvolvendo assim, um estilo específico, conhecido como BJJ (Brazilian Jiu-Jitsu).

O Jiu-Jitsu engloba valores e ensinamentos que podem ajudar na vida pessoal como: resistência física, perda de peso, aumento da autoconfiança e disciplina, diminuição do estresse, melhora do sistema cardiovascular e respiratório, aceleramento do metabolismo, aumento da flexibilidade, coordenação motora e dos reflexos.

Durante cada aula pode-se perder de 750 a 1500 calorias, assim, se praticado de forma regular e aliado a uma boa alimentação, em poucas semanas é possível sentir os benefícios.

Lembrando ainda, que o Jiu-Jitsu pode ser praticado por ambos os sexos e em qualquer idade.


Muay Thai

 

O Muay Thai ou boxe tailandês, como também é conhecido, é uma arte marcial conhecida como a arte das “oito armas”, pois utiliza estrategicamente as 8 regiões do corpo: os dois punhos, os dois cotovelos, os dois joelhos, além das duas canelas e dos pés.
Segundo a história, o Muay Thai foi criado pelos tailandeses para se defenderem nas guerras, tendo como objetivo imobilizar o adversário utilizando golpes certeiros, como socos, golpes com os pés, joelhadas ou cotoveladas.
As aulas duram entre 60 a 90 minutos e envolvem rotinas diversas de golpes e outros exercícios físicos, como corrida, flexões, abdominais ou pular à corda, por exemplo. Para praticar esta arte marcial é necessário uma bermuda, luvas e ataduras.
Se aliado a uma alimentação saudável, o emagrecimento é certo, pois dependendo da intensidade do treino e do preparo físico, o gasto calórico pode chegar até cerca de 1.500 calorias por aula.
Como é uma arte marcial que exige muito da musculatura de todo corpo, ajuda a definir os músculos, definindo e melhorando o contorno corporal, combatendo a retenção de líquidos e a celulite.
Dentre os benefícios do Muay Thai, pode-se elencar, melhoramento do contorno corporal e do condicionamento físico, fortalecimento e tonificação dos músculos, aumento da elasticidade, perda de peso, melhoria da autoestima e disciplina da mente e do corpo.
Para alcançar estes benefícios as aulas devem ser praticadas regularmente, pelo menos 2 vezes por semana e os resultados podem começar a serem vistos em cerca de 1 mês.


Boxe

 

O Boxe é uma modalidade de combate que, diferentemente do Muay Thai, os praticantes utilizam apenas os punhos. O termo “boxe” deriva da expressão inglesa “to box” que significa bater ou bater com os punhos (pugilismo). Este estilo de luta é praticado há milhares de anos, sendo uma modalidade extremamente popular, tendo milhões de adeptos e praticantes em todo o mundo. Também conhecido como a “Nobre Arte”, o Boxe é uma boa opção para quem procura uma atividade física diferenciada.
Em 60 minutos de treino o participante pode queimar em torno de 1000 calorias. Além disso, a prática do Boxe colabora na melhora da velocidade, da resistência e da força muscular, através de treinos com movimentos repetitivos das técnicas que vão promover positivamente um desenvolvimento dos braços, pernas e abdômen.
O treinamento é intenso e inclui desde pular corda, fazer abdominais, socos em sacos, em manoplas, confronto, corridas, até circuitos de agilidade, os quais promovem uma grande melhora da aptidão física, do sistema cardiovascular, aceleramento do metabolismo e a tonificação dos músculos. A flexibilidade e os reflexos também são reforçados, pois os exercícios efetuados vão permitir que aumente e melhore a sua amplitude articular, vai também desenvolver e melhorar o equilíbrio e a coordenação que permitem que o seu corpo se mantenha estável e em boa forma.
Para as mulheres que querem treinar e se preocupam com excesso de músculos ou com machucados, não há motivos para isso, pois o treino para quem quer apenas entrar em forma e mandar o estresse embora não é tão rígido. Com cautela, práticas regulares e aliado a hábitos saudáveis, descobrirá a salvação para o alívio do estresse e da TPM.


Judô

 

O Judô é uma arte marcial que utiliza o próprio corpo e os movimentos do adversário em prol da vitória, o judoca deve envolver-se no corpo de seu competidor, tentando imobilizá-lo ao longo da luta. Ações como empurrões, chutes e socos são completamente proibidas, já que os movimentos não envolvem violência.

Buscando cair no chão sem se machucar, o indivíduo que pratica o judô aprende desde o primeiro dia como ele deve ficar no chão. Ao contrário do que muitos pensam, o objetivo é derrubar o adversário usando os próprios movimentos, sem lançar mão de força exagerada ou gestos bruscos.

Sem idade para começar, é importante apenas que a pessoa passe por exames médicos. A liberação por um profissional da saúde é importante para garantir a segurança durante as atividades. No caso dos mais velhos, os movimentos mais rápidos devem ser executados com cuidado.

A prática do Judô proporciona muitos benefícios, dentre eles a melhora do condicionamento físico, o fortalecimento dos músculos das pernas, dos braços e do abdômen, por isso para quem procura emagrecer ou ficar com o corpo em dia, a atividade é mais que indicada, ajuda também a ampliar o raciocínio, pois ao pensar nos próximos movimentos do adversário, você acaba desenvolvendo a mente e se torna capaz de manter a calma nos momentos mais complicados, melhora a disciplina, especialmente para os jovens, queima calorias, estimula o respeito, o judô traz em seus movimentos o respeito pelo adversário. Você consegue derrotá-lo, mas de forma nada violenta. Para os pequenos, a obediência às instruções do mestre ajuda a enxergar a importância do respeito pelos mais velhos.